Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘links’

  • Publishing: A helping hand
  • Manuscript-editing services are growing. Can they turn a mediocre paper into a publishable one? And at what cost?

  • O contra-ataque da ciência às mudanças do Código Florestal
  • Um grupo de pesquisadores paulistas concluiu hoje a elaboração de um documento com uma síntese dos principais impactos à biodiversidade e aos serviços florestais que podem ser causados pelas alterações propostas ao Código Florestal Brasileiro.

  • Como avaliar trabalhos científicos – Dicas do site Pós-Graduando (recomendo!) para análise crítica de artigos científicos.
  • 8 Tips on Starting a Science Blog
  • …Science Blogging is important. It’s a great way to increase communication between scientists and the public. It’s a good way to do outreach and get more people interested in science. It’s an excellent way to learn to analyze papers and get feedback on your analysis in a public forum. And it’s a really good way to improve your writing skills!

  • O que emperra nossas pesquisas?
  • Nos últimos anos houve um aumento nos investimentos federais em projetos de pesquisas, não podemos negar. Mas as dificuldades burocráticas para importar material de pesquisa continuam sendo um entrave gigantesco no avanço das nossas pesquisas.

    Anúncios

    Read Full Post »

    Seguem algumas leituras interessantes:

  • Publication in a Brazilian journal by Brazilian scientists whose papers have international impact (via @bastoslab):

    Nine Brazilian scientists with an outstanding profile of international publications were invited to publish an original article in the same issue of a Brazilian Journal (Anais da Academia Brasileira de Ciências). The objective was to measure the impact of the papers on the number of citations to the articles, the assumption being that these authors would carry their international prestige to the Brazilian periodical….

    …A clear imbalance due to a remarkable under-citation of Brazilian authors by authors publishing in Brazilian journals raises the possibility that psychological factors may affect the decision of citing Brazilian journals.

  • PLoS Computational Biology: Ten Simple Rules (via @bastoslab)

    Written by PLoS Computational Biology Editor-in-Chief Philip E. Bourne, sometimes with collaborators, the “Ten Simple Rules” provide a quick, concentrated guide for mastering some of the professional challenges research scientists face in their careers. New articles will be added to the Ten Simple Rules Collections as they are published.

  • Grande Diretório da Ciência brazuca no Twitter 2010, no Blog Rainha Vermelha
  • ‘Linguistic injustice’ is not black and white – Sobre a barreira linguistica para publicar em revistas internacionais

    We agree with Clavero [1] that the English language monopolises science dissemination. However, there is no sharp line between being a ‘native English speaker’ (NES) or not (i.e. a ‘non-native English speaker’; NoNES) and we observe a range of intermediate possibilities

  • Descobriram a pólvora…mas ela pega fogo com arsênio, do Geófagos – interessante ponto de vista sobre a “descoberta” da semana: bactérias que utilizam arsênio em suas rotas metabólicas
  • A Science fala da Ciência do Brasil, do Química de Produtos Naturais

    O mundo acadêmico, e não somente o acadêmico, está de olho no Brasil. Tanto isso é verdade que o último número da revista científica Science, publicado na última sexta feira (3/11/2010), traz artigo que faz uma análise da ciência no Brasil em um contexto amplo, tanto do ponto de vista acadêmico, como econômico e educacional.

  • Lançado o Portal BHL ScieLO sobre a biodiversidade brasileira

    Read Full Post »

    • “Sonhando o Impossível”: Palestra inspiradora de Miguel Nicolelis, disponível na forma de vídeo no Blog do Luis Nassif (via @AninhaArantes).
    • Humor in Scientific Publications: Estudo mostra que artigos com títulos “engraçados” são menos citados (via @CarlosGrohmann). Acho que quando o artigo é bom, não importa se o título é engraçado ou não.
    • Campos cinzas e verdes cidades: Reflexão sobre a responsabilidade dos proprietários rurais e urbanos na conservação do meio ambiente.

      Quantos metros de mata ciliar são deixados às margens dos rios que cortam nossas cidades? Para cada prédio construído, qual a porcentagem da área mantida com vegetação nativa? Serão os agricultores cidadãos de segunda categoria, cabendo-lhes exclusivamente o ônus de salvar a natureza e produzir mais e de forma ambientalmente correta em áreas cada vez menores, enquanto construtoras erguem prédios praticamente dentro do mar, desmatam, tomam terras produtivas, agravam problemas urbanos sem que se lhes exija nenhuma compensação ambiental? Ninguém vê o contrasenso?

    • Estudo demonstra que o aquecimento global pretérito, ocorrido durante o Máximo Térmico do Paleoceno-Eoceno, causou um aumento da diversidade de espécies de plantas em florestas tropicais da América do Sul. No entanto, o que garantiu o aumento da diversidade foi o fato do padrão de precipitação atmosférica ter continuado elevado, ou seja, o clima era caracterizado como sendo quente e úmido. Num cenário de aquecimento global associado à redução da precipitação atmosférica, as consequências para os padrões de diversidade podem ser outras.
    • Publish like a pro: Artigo da Nature com dicas de como publicar em periódicos de alto impacto. Sempre é bom esse tipo de dica.
    • O excesso de CO2 atmosférico pode reduzir o crescimento de árvores. O aumento da temperatura do planeta, que acompanharia a maior concentração de CO2 atmosferico, seria responsável por essa redução do crescimento.

      Read Full Post »